Livro completo disponível gratuitamente!!!!

Pessoal, eu havia comentado que iria parar de vender o Monstro da Semana porque as vendas estão baixas, e a logística de acompanhar estas poucas vendas e ficar pagando royalties é bem chata e o lucro é quase zero, então iria parar com isso para aliviar minha cabeça.

Pois bem, pensei, pensei, e resolvi fazer o que queria desde o começo: liberar o livro gratuitamente.

Eu não pude fazer isso inicialmente devido às licenças que me deram o direito de traduzir o livro. Hoje falei com o Michael, expliquei a situação e ele me permitiu liberar o livro gratuitamente.

Então agora quem ainda não conhece o sistema, fique a vontade para baixar, conhecer, jogar e (por que não?) divulgar. O link está lá na seção Downloads.

Ah, algumas pessoas me pediram para manter o livro físico sendo vendido, porque ainda não tinham, mas pretendiam ter, etc. Então vou manter ele lá no Clube de Autores ainda (mas retirei o PDF da venda lá) para quem ainda quiser, por enquanto.

Anúncios

Quase 1 ano de Monstro da Semana

Já faz quase 1 que o Monstro da Semana foi publicado nas terras tupiniquins.

Neste período houve várias postagens e sugestões bastante interessantes no grupo do Facebook, teve jogo via stream pelo Tear dos Mundos, teve pirataria também (coisas da vida, piratas também podem ser monstros em MdS, sabiam?), e eu particularmente recebi várias mensagens de agradecimento por ter trazido o jogo para cá.

Todas estas contribuições e manifestações (até mesmo a pirataria) mostraram que o jogo foi bem recebido e apreciado pelas pessoas, o que para mim é uma marca de sucesso. Outro ponto que é mérito total de Michael Sands, foram as dicas de criação e narração de aventuras. O que muitas pessoas expressaram extrema satisfação, chegando ao ponto de afirmarem serem as melhores que já encontraram em um livro de RPG.

No final da mês passado o Monstro da Semana chegou em mais um estado brasileiro. Agora estamos também no Pará. Eu gostaria de ter preenchido o Brasil todo em 1 ano, mas ainda não deu. Quem sabe no futuro?

Por hora eu agradeço a todos que se divertiram de uma forma ou outra com Monstro da Semana, seja jogando, tendo ideias para outros jogos, pegando dicas de como narrar, lendo ou apenas adicionando na coleção mesmo.

PS: Eu sei que ainda estou devendo as cartilhas de personagens extras que foram mencionadas no livro e até já prometi algumas vezes… peço desculpas, mas agora que completamos um ano, quem sabe eu não consigo finalizar elas para disponibilizar aqui. 🙂

vendas.jpg

Novas cartilhas completáveis e promoção do livro impresso

Pessoas, atendendo a pedidos preparei as cartilhas completáveis em PDF para download: http://www.4shared.com/zip/IlWzawEdce/Cartilhas_completveis.html

Ah, o Clube de Autores está com uma promoção relâmpago e o livro impresso está saindo por R$ 65,59. Se ainda não tem, corre lá e aproveita que a promoção é relâmpago. https://www.clubedeautores.com.br/book/195001–Monstro_da_Semana

Feliz ano novo caçadores!!!

Tá certo que estou meio atrasado para desejar feliz ano novo, mas a intenção é o que vale. Neste final de semana tive dengue e agora estou sofrendo com um epicondilite lateral no braço esquerdo, então um desconto é válido.

Ainda não tive tempo de traduzir as cartilhas dos caçadores extras, espero conseguir fazer isso logo, não percam as esperanças… 🙂

Ah, duas notícias boas:

Primeiro, mais alguns estados já tem a presença de Monstro da Semana. Agora só falta: Acre, Rondônia, Roraima, Amapá, Pará, Maranhão, Tocantins, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergipe. Será que conseguimos completar o país?

vendas

Segundo, continuando o papo do ano passado sobre transparência, gostaria de informar que em 2015 vendi 20 PDFs e 34 livros físicos. Estranho, já que muita gente disse que o PDF iria vender mais. Eu parei de fazer contas, mas acho que agora o que recebi já empatou com o que gastei para traduzir o livro. Também já mandei o primeiro pagamento de royaltes  (em dólar), e agora que me toquei que como pago no PayPal e incorre tarifas de IOF internacional, etc, os royalties acabam me custando mais do que o contrato… 😦

Acho que daqui pra frente o que vender será “lucro” (já que não está contabilizada nenhuma hora minha de trabalho nos meus gastos). Quanto será este lucro vai ser difícil estimar. Já vendi aproximadamente metade do que esperava vender, então minhas previsões estavam certas, e também cada vez mais tenho certeza que jogo menores como este só chegaram ao Brasil através de boa vontade, pois financiamentos coletivos não comportam nichos (haja visto um FC de jogo recente que apesar do hype monstruoso e enorme cobertura, só passou da metade do financiamento na última semana, e foi financiado por pouco)…

Transparência e desabafo sobre falta de ética

No intuito de ser o mais aberto e transparente possível, e também de desabafar algumas coisas vamos aos dados:
Eu não sei quantas horas eu passei traduzindo o livro, mas eu estimo alguma coisa por volta de 1 hora por página (foram quase 4 meses de tradução). Então alguma coisa em torno de 300-400 horas.

Depois disso teve a pré-revisão, eu calcula alguma coisa em torno de 10 horas (foi aproximadamente 1 semana).
Aí veio a correção do texto e diagramação, o tempo de edição de arquivo totaliza 105 horas.
Ainda falta considerar o tempo que gastei para rever termos, buscar opiniões, rever termos de novo, tratar as imagens, procurar novas imagens, criação do caçador Viajante, criação do site, testes da logística do Clube de Autores, revisão final e outras coisas diversas. Eu estimo que estas horas faltantes totalizem umas 150 horas. Ou seja, eu devo ter trabalhado um pouco mais de 600 horas nestes 7 meses.

Minhas despesas durante o processo de tradução (compra de direitos de imagens, compra de material extra de apoio, testes de impressão, etc), totalizaram uns R$ 700,00.

Minhas estimativas de venda eram umas 100 unidades em toda vida do jogo. É mais ou menos isso que é vendido nos financiamento coletivos, talvez um pouco mais. Como o jogo não é muito conhecido eu imaginei que venderia metade disto inicialmente, e o resto seria vendido com o passar dos meses, com sorte chegando nas 100 unidades.

Sobre os valores dos livros:
Para cada edição impressa minha renda bruta é R$ 29,00, para cada PDF é R$ 20,00. Disso eu preciso descontar os valores de royalties. Atualizando sobram R$ 20,00 e R$ 16,00 respectivamente. Se você estiver acompanhando as contas, eu preciso vender umas 40 unidades (metade PDF e metade impresso), apenas para acabar empatado (ou seja, sem ter tido gasto).

Eu vendi até agora (descontando royalties):
Impresso 22 => R$ 440,00
Ebook: 15 => R$ 240,00
Total: => R$ 680,00

Ou seja, depois de um mês, eu estou quase acabando empatado, sem ter tido prejuízo. Meu lucro máximo se vender TUDO que eu espero, será talvez R$ 1000,00 daqui um ou dois anos.

Esta é a minha contabilidade. Agora vamos falar de livros “grátis”. Quando tudo estava pronto eu presenteei o PDF para o Jonata Rubio Sodre (ele apoiou imensamente o projeto, e sua ajuda foi grandiosa, inclusive na divulgação), para o Alisson Vitório (ele deu vários toques importantes sobre o cenário do RPG nacional, e também ajudou em várias discussões sobre a tradução) e para o Rafão Araujo (ele também deu bastante força, me deu algumas ideias e ajudou a planejar o site para divulgação). Além destes 3, o Leandro Pugliesi pediu uma cópia para fazer uma resenha para o RPGNoticias no dia do lançamento, e o Ivan Barion também pediu uma para eles jogarem uma sessão no Tear dos Mundos (só tenho a agradecer o apoio que vocês deram, adorei ter visto o Monstro da Semana no Tear dos Mundos e no Escudo do Mestre).

Acabada a transparência, chegamos na hora do desabafo.

Durante todo o lançamento me acusaram de vender o livro caro demais, de só pensar em lucro, de que eu estava querendo ganhar em cima do povo vendendo material além do preço de mercado e tudo mais. Exposta a contabilidade, eu quero que alguém me responda honestamente que lucro eu vou ter e se este projeto teria sido financiado de qualquer outra forma se não fosse meu trabalho voluntário? O preço dele é caro demais considerando os gastos e quanto talvez sobre para mim?

Outro ponto, ontem vieram me avisar que tinha um livro pirata no Clube dos Autores. Um “Monstro da Semana – Vitório Edition” sendo vendido pelo preço de custo do Clube dos Autores (no caso dava uns R$ 39,00). Este livro estava aparecendo para as pessoas que procuravam o Monstro da Semana original e aparecia em buscas de apocalypse, awe, etc. Este livro estava com a capa da versão da Evil Hat. No final das contas o livro quebrava direito autoral meu, do Michael Sands, do Daniel Gorringe, do Juan Ochoa e da Evil Hat. Aí vem Alisson Vitório, que assume a responsabilidade pelo livro falso, e justifica dizendo que esta era a melhor maneira de adquirir a versão física (ao invés de comprar a original e oficial)!?! E finaliza dizendo que não houve prejuízo e que ele é um entusiasta das produções independentes!?! Sério isso? Assim que ele apóia as produções independentes? Além de ganhar um PDF de graça ele ainda compra uma versão impressa pirata que não paga royalties e nem recompensa o trabalho de que trouxe o livro para o Brasil? Esta é uma pessoa que está iniciando agora uma editora de jogos de RPG, cadê a ética deste pessoal que já começa assim?

Finalizando meu desabafo. Já tinham me avisado que o Lampião Game Studio pretendia lançar Mistérios e Arcos para Monstro da Semana de forma comercial, e queriam fazer disso uma rotina lançando todos os meses. Considerando a falta de ética de um dos fundadores do Lampião Game Studio nesta situação, EU, Luiz Borges, tradutor e editor de Monstro da Semana, NÃO endosso e NÃO recomendo qualquer publicação ou produto relacionado a Monstro da Semana produzida por este grupo. Eles tem toda a liberdade de lançar qualquer produto relacionado ao Monstro da Semana que desejarem, mas eles nunca terão minha recomendação. Eu não doei 600 horas minhas para ver este tipo de falta de ética surgir de pessoas que dizem querer ver o RPG nacional crescer.

Preview ampliado

Algumas pessoas me pediram um preview em PDF (lá na página de venda tem um preview, mas é em imagem).

Então aproveitando a oportunidade ampliei o quantidade de páginas do preview incluindo o capítulo Os Caçadores completo que dá uma breve introdução sobre como funciona a criação de personagem, explica os conceitos de equipes e menciona os movimentos e classificações (estes são explicados detalhadamente em outro capítulo).

Baixem aqui o Preview de Monstro da Semana.

Primeira review do Monstro da Semana

A primeira review do Monstro da Semana foi feito pelo pessoal do Escudo de Mestre e o podcast está disponível em: http://www.terceiraterra.com/edm/review-monstro-da-semana/

Algumas correções sobre o que foi falado (temos que dar crédito ao Michael Sands).

1) Evil Hat só publicou o livro, todo o conteúdo textual é do Michael Sands, com a exceção do tipo de caçador Arcano (Spell-slinger no original). A Evil Hat também adicionou um novo pacote gráfico (capa e ilustrações internas) ao livro.

2) As alterações mecânicas/regras que foram feitas da edição original para a edição revisada são essencialmente: sistema de experiência (eliminou o Highlight e experiência é ganha em falhas), pequenas correções de erratas. Além disto, foram adicionados mistérios de exemplos e alguns monstros de exemplos. Nada muito drástico, afinal de contas é uma revisão e não uma nova edição. 🙂

3) Quanto à experiência (~54 minutos): você ganha experiência quando falha, e ao final da sessão. No final do livro, ele descreve o sistema antigo de experiência que é baseado em AW, com classificações destacadas (highlights) e rolagens.

Ainda estou ouvindo, mais detalhes que eu for percebendo eu comento por aqui… 🙂

Gameplay de Monstro da Semana

teardosmundosO pessoal do Tear dos Mundos fez ontem um gameplay utilizando Monstro da Semana. Foi bastante divertido e contou com a participação de um demônio galanteador que não consegue manter as calças fechadas (desconfio que seja uma calça com velcro); um especialista em monstros com um quê de caipira americano; e uma feiticeira hippie, com direito a coroa de flores e tudo mais.

Confiram a jogatina logo abaixo.